Braquiópodes e arte japonesa

Morse 1902 - Observations on living Brachiopoda

I visited Japan solely for the purpose of studying the Brachiopoda of the Japanese seas, and this step led to my accepting the chair of zoology in the Imperial University at Tokyo. Gradually I was drawn away from my zoological work, into archaeological investigations, by the alluring problem of the ethnic affinities of the Japanese race. The fascinating character of Japanese art led to a study, first of the prehistoric and early pottery of the Japanese, and then to the collection and study of the fictile art of Japan. Inexorable fate finally entangled me for twenty years in a minute study of Japanese pottery. The results of this work are embodied in the Catalogue of Japanese Pottery, lately published by the Museum of Fine Arts, Boston. With this work off my hands, I turned back with eagerness to my early studies of the Brachiopoda (…)

(…) Japan is the home of the brachiopods.

Edward S. Morse, 1902. Observations on living Brachiopoda in Memoirs of the Boston Society of Natural History, 5(8): 313-386.

Citações da pg 313, 374 e prancha 41.

Buscar artigos da PLOS pelo DuckDuckGo

Ano passado resolvi experimentar a DuckDuckHack, plataforma de desenvolvimento para o buscador DuckDuckGo. A idéia era usar as respostas instantâneas, característica do pato, para encontrar artigos científicos; ou seja, um Google Scholar alternativo.

Apesar de parecer possível, resolvi tentar algo mais simples. Um plugin que usa o API da PLOS para buscar artigos e mostrá-los na caixa de resposta instantânea.

Screenshot from 2013-10-19 11:25:05

Pra buscar basta colocar a palavra “plos” + termo de busca (exemplo acima). O resultado é uma lista com o título e data dos 5 artigos mais relevantes e link direto para o texto. O mouse over mostra os autores e qual revista da PLOS. Este formato foi simplificado ao longo do pull request inicial e finalizado no segundo.

O código no final é bem simples, uma função em Perl que conecta o API ao Duck e uma função em javascript que lida com a resposta da busca. E a comunidade do pato é bem amigável pra ajudar com qualquer dificuldade no código.

O fato de ser um plugin de um buscador menos usado que o Google restringe um pouco o número de usuários. Talvez eu seja o único e posso contar nos dedos quantas vezes eu usei. Muito mais útil seria se ele buscasse toda literatura científica! Mas enfim,  gosto dele. Acho que é a emoção de conectar serviços usando APIs.